sábado, abril 15, 2017

ELUCIDANDO

(Sê Deus em Acção)

 
Caríssimos:

A todos desejamos uma Páscoa de Paz, de Renovação (Renascimento) e de Luz.

Se a Igreja Católica Apostólica Romana (ICAR), criada pelo Imperador Constantino no Século IV desta nossa Era, tivesse aceitado o Novo Consolador que o Senhor JESUS de Nazaré nos anunciou que o PAI nos iria enviar, e que nos chegou, em meados do Século XIX, através da Coordenação do Espírito da Verdade e da Obra de Allan Kardec, o nosso Irmão Papa Francisco não falaria como falou, ou seja, Não Teria Vergonha de coisa nenhuma.

A Vergonha que ele diz ter, ou sentir, deve-se, exactamente, a tudo o que a sua Igreja fez contra JESUS, contra a Lei de DEUS, e contra os Homens, impedindo estes Homens de serem Livres, tal como DEUS quis que eles fossem, e como assim os criou.

Sim! O Homem é um Espírito LIVRE, encarnado, ou seja, em mais uma experiência Humana, entre as muitas que já teve, e das muitas que terá.

Todo o 'analfabetismo espiritual' de que Francisco também fala, é a causa de toda a miséria que se vive e conhece por aí, e à ICAR se deve.

Tem, pois, Francisco, de continuar a relembrar as doenças porque enferma a Cúria Romana, curando-a ou substituindo-a bem rápido, se é que vai a tempo, para que o FRACASSO da ICAR não continue a ser a causa de todo esse analfabetismo espiritual.

Tu, minha Irmã, Tu, meu Irmão, tens o Sagrado Direito de saber quem és, seja perante JESUS, seja perante DEUS. Exige-o, pois. Se a ICAR não to oferecer e respeitar, sai da ICAR, e procura-o junto de quem To ofereça e Garanta.

És FILHA, ou FILHO de DEUS, tal como Todos o são, e estás a subir a tua Escadinha de Luz, vida após vida, ou, Encarnação após Encarnação.

Luta pela Tua Felicidade, sim, mas que ela nunca seja alcançada à custa da Felicidade de nenhum Irmão Teu. Todos estamos, cada um de per si, a subir essa mesma escadinha...

Sê Luz, sê Paz, Sê Deus em acção.

Na LUZ,

Eu Sou Manuel Álvaro da Silva de Jesus

(Sacerdote da Ordem Melquisedeque)

O CAMINHO - Novo Templo do Senhor

Desde a cidade do Porto, Portugal, para todo o Planeta.

Web Site:
http://caminhonovotemplo.com

***
Notícia:


 
***


terça-feira, abril 11, 2017


Aos G-7 em Lucca, na região italiana da Toscânia:

A Terra é uma Escola Planetária, criada por DEUS, para que possamos despertar para o ser Divino que somos, desde sempre, por criação Divina de nosso Divino Pai Criador, a quem chamamos DEUS.

JESUS é o nosso Governador, o Messias e o nosso CRISTO,  e, há dois mil anos, deixou-nos um Templo: O CAMINHO.

Então, fruindo a nossa inteligência, cumpre-nos ser Irmãos de Tudo e de Todos, caminhando em ordem a estarmos no Seu Caminho e, com Ele, no regresso ao PAI.

Que saibamos Ser, para deixarmos o caminho trilhado por filhos pródigos.

Na Luz que a todos alumia,

Eu Sou Manuel Álvaro da Silva de Jesus
***
Notícia:

 
***

domingo, abril 09, 2017


ELUCIDANDO

(O Porquê do Renascimento do Templo O Caminho)

 
Caríssimos:

Estou a ler, desde algum tempo, a Obra ‘JOSÉ DE ARIMATEIA – O Discípulo de Jesus’, de Frank C. Tribbe, da Editora Butterfly, parando aqui, continuando ali, ou seja, vou lendo, aos poucos...

E, mais uma vez, tenho de dar Graças ao nosso Divino Jesus e, em Seu Nome, ao nosso Divino Pai Criador, por esta Obra me ter chegado.

Encontrei, aqui, os primeiros alicerces da Fundação de O CAMINHO, Templo que o Senhor Jesus criou e deixou, não somente a Pedro, como nos tem sido dito, mas também ao seu Irmão Tiago.

Sim, o Senhor Jesus, após Sua morte e numa Aparição a seu Irmão Tiago, durante a semana da ressurreição, disse-lhe que era necessário que ele assumisse e fosse o líder do CAMINHO na Judeia, e o orientador e a consciência religiosa da iniciativa dos discípulos pelo mundo afora.

Jesus explicou a Tiago que era esse o seu dever, por ele ser o Irmão sobrevivente mais velho. Que ele seria aceite no Templo, uma vez que lhe era adequado suceder a Jesus como líder, e que também a sua piedade - Tiago era conhecido como 'o piedoso' e 'o justo' - tornava-o mais aceitável junto dos sacerdotes do Templo e das Sinagogas, além de a sua boa vontade ser necessária durante algum tempo.

Jesus disse-lhe que Pedro teria um papel a desempenhar em todo o mundo, que não ficaria na Palestina por muito tempo, e que logo cresceria em termos de espiritualidade e confiança (reportava-se o Senhor Jesus, ao que aconteceria no Pentecostes desse ano).

Tiago percebeu que ele e Pedro entrariam em atrito com frequência, fosse pela diferença de Idade, fosse por os Onze continuarem a ver Pedro como o seu único e verdadeiro líder, aceitando, porém, a tarefa.

Esta parte de o Senhor Jesus ter pedido ao Seu Irmão Tiago, na semana de Sua Ressurreição, para assumir a Liderança do CAMINHO na Judeia, bem como de ser o orientador e a consciência religiosa da iniciativa dos discípulos pelo mundo afora, é algo que eu não sabia. Creio mesmo que muito poucos o saberão, pois sempre ouvimos dizer que foi a Pedro e somente a Pedro que Jesus entregara a responsabilidade e a coordenação da Evangelização, ou seja, do anúncio da Boa-Nova, pois que, para além disso, nunca ouvimos dizer, igualmente, que JESUS tivesse instituído um Templo e que esse Templo se tivesse chamado 'O CAMINHO de JESUS', como nesta Obra é afirmado.

Portanto, amados Irmãos, o Senhor JESUS fundou e deixou um Templo, chamado 'O CAMINHO'.

Temos, então, de relembrar e compreender a razão de Ele nos ter dito em 31 de Dezembro de 2009:

- "Da minha mensagem que é universal, inventastes religiões, instituições, hierarquias e seitas."

Este foi e ainda é, o problema que nos arrastou para a miséria espiritual que temos vivido. Daí 'existir um grande analfabetismo espiritual na sociedade actual', como já veio dizer o Papa Francisco.

- "Os vossos sacerdotes, pastores e guias corromperam-se pela vaidade e pelo pior dos orgulhos, que é o orgulho espiritual. Comercializam o meu nome e o de minha amada mãe, afirmando-se donos e administradores da verdade. Ademais, no auge do seu delírio, mentem e arrastam com as suas mentiras milhares de desprevenidos para o erro. É muito grande a dor do Pai pelo triste destino de 3/4 da Humanidade." Muita Humanidade está, portanto, no erro, e eis o que o erro promoveu: analfabetismo.

- "Brevemente, grandes líderes espirituais cairão na também confusão urdida pelo líder da escuridão."

O que acabamos de ler em 'José de Arimateia - O Discípulo de Jesus', permite-nos interpretar melhor esta Sua Mensagem, sem olvidar o que o Cristo, nas Suas Nove Cartas, também nos disse:

- "As igrejas que seguiram um cristianismo erróneo, vão ter morte natural nos próximos 30 anos."

Se o Homem inventou religiões, instituições, hierarquias e seitas, todas as Igrejas estão condenadas a esta morte, pois são fruto da vontade do Homem, sendo que esta vontade nasceu da vontade do Imperador Constantino ter criado uma Igreja, e por nela ter integrado tudo o que fosse Templo. Se nasceu da vontade do Imperador Constantino, nada teve, nem tem, a ver com a vontade de Jesus, o Cristo.

Aconteceu, infelizmente, que essa Igreja seguiu a vontade dos Imperadores Romanos. A história da ICAR, por ter sido a Igreja do Império Romano, foi e ainda é o prolongamento dos atropelos ao Mandamento Novo de Jesus, vindos desse Império. Compreende-se e justifica-se, então, a Vontade de o nosso Divino PAI querer ver O CAMINHO renascido.

Esta reconstrução é a Tarefa que ELE me incumbiu realizar nesta minha actual Encarnação, e tem sido isto que eu vos tenho anunciado. Se o aceitais ou não, é de vossa Vontade, face à Liberdade que ELE vos deu, sendo certo que:

- "Cada um está onde deseja estrar e está bem, mesmo que esteja na imperfeição." - O Criador.

Na Luz,

Eu Sou Álvaro de Jesus

O CAMINHO - Novo Templo do Senhor
***


***

quinta-feira, abril 06, 2017


ELUCIDANDO
(Dia de Vitória)

Prezadas e Prezados Irmãos:

Dia de Vitória!

Hoje levantei-me pelas 06H15 e posso dizer-vos que o dia começou com Muita LUZ e VERDADE.

O Problema espiritual desta nossa Humanidade, que o Papa Francisco já identificou, chamando-lhe Analfabetismo Espiritual, tem a ver com uma GRAVE situação, que é inteiramente da responsabilidade da sua Igreja.

A Igreja Católica Não Reconheceu Nem Aceitou o Novo Consolador.

Pior:

A Igreja Católica desprezou, excomungou e votou à morte o Novo Consolador. Só que, o que é de DEUS, vive e viverá, como se vê e constata!

Aquilo que o Senhor JESUS informou que o PAI nos enviaria, foi, simplesmente, queimado numa Fogueira – Ver o Auto de Fé de Barcelona – e continua, ainda hoje, desprezado e excomungado por essa Igreja.

Porém, em 2007, o PAI e alguns Irmãos do Mundo da LUZ e VERDADE, identificaram a LUZ que começava a despontar na Terra, e o Senhor JESUS, ainda pela psicografia da nossa Irmã Suzette Duarte, nesse mesmo dia 04 de Agosto de 2007, dizia:

- “Foi Feita a Vontade do PAI.” Convalidando, assim e pela positiva, o que me havia dito em Coimbra no final dos anos 80.

- “A Missão que te trouxe, desta vez, à Terra, não fui Eu que ta dei. Foi o PAI, e ai de ti que a não cumpras.” Em 04 de Agosto de 2007 Ele veio dizer que essa minha Missão estava cumprida! O Templo O CAMINHO estava Renascido.

O PAI queria ver e, de Facto e de Direito, viu Renascido o Templo que o CRISTO fundou e entregou a Pedro, na chamada última Ceia.

CHICO XAVIER, nesse mesmo dia, repetindo-o a 23 de Agosto desse mesmo ano, dizia:

- “Renasceu das cinzas, milénios após a última Ceia do Senhor Jesus. Eis que sois a Primeira Igreja Espírita.”

O CAMINHO renascia e vinha completar a Obra.

Sim, mas a Igreja Católica não sabe nem quer saber disto, como nada sabe do que é e do que consta no Novo Consolador.

Se um não faz, virá outra e o fará. Se eu sou, como me disse o Senhor JESUS, nas Caldas das Taipas, Guimarães,  a ‘reserva’ de João Paulo II, aqui estou e aqui estarei, pois hoje, pelas 06H15, achei-me a dizer:

- Senhor! Vou estar por aqui enquanto for preciso… 80, 90, 100 ou mais anos, e assim vai ser…

Quem compreender o que eu estou a dizer subirá à 5D, quem não perceber, irá para uma 3D algures no Cosmos, pois tudo vos foi já enviado e dito… Portanto… Assim será.

Amor, Paz e Luz…

Eu Sou Álvaro de Jesus
***

(Foto: Cabazes de alimentos distribuídos na Quadra Natalícia)
***

terça-feira, abril 04, 2017

ELUCIDANDO
 
(Religião, Ciência e Caminhos que a Deus nos conduzem)

Caríssimos:

O que é Religião?

O que é Ciência?

Podemos dizer que Religião é uma Fé, uma Devoção, a tudo o que seja Sagrado. É um Culto que aproxima os Homens de Entidades a quem se lhes reconhece atributos ou poderes sobrenaturais.
É uma Crença em que as Pessoas buscam encontrar satisfação nas práticas religiosas que seguem e a que dão vida, práticas essas que se aproximam daquilo que o seu Coração aceita, ou tem como mais certo e puro, numa percentagem sempre acima de 50%, ou ainda na sua Fé e Devoção a esse Sagrado, para superarem sofrimentos e alcançarem a Felicidade.
Também podemos considerar Religião ser um conjunto de Princípios, Crenças e Práticas de Doutrinas religiosas, baseadas em Livros Sagrados, que unem os seus seguidores numa mesma Comunidade Moral, chamada Igreja.

Ciência é uma palavra que deriva do termo latino "Scientia", cujo significado era Conhecimento ou Saber. Actualmente designa-se por Ciência todo o conhecimento adquirido através do estudo ou da prática, baseada em princípios Certos.
A Ciência, no geral, comporta vários conjuntos de Saberes, nos quais são elaboradas as suas teorias, baseadas nos seus próprios métodos científicos.
Portanto, a experiência da Vida, em si mesma, vivida dia-a-dia, auxiliada ou coadjuvada pelo Método Experimental (Científico), ajuda-nos a identificar um Saber que, de um determinado sector do conhecimento, aceitamos como Ciência, ou seja, é e será a última palavra que, nesse exacto momento, temos sobre o que é esse determinado ramo do Saber.

Tendo isto por base, cumpre-nos, então, para não andarmos em constante zigue-zague, ou em falsas crenças, fundear todo o nosso Estudo Espiritual nas Mensagens deixadas pelos Grandes Avatares da História Humana, máxime a de Jesus, o Cristo, e na que Ele mesmo informou que o PAI nos enviaria, através de um Novo Consolador. Novo Consolador esse que nos chegou na segunda metade do Século XIX, através do Ensino plasmado na Obra deixada pelo Insigne Professor Parisiense Hippolyte Léon Denizard Rivail (1804-1869), mais conhecido pelo seu pseudónimo 'Allan Kardec'.

Então, se seguirmos o Cristo e o Novo Consolador, nada do Espiritual nos faltará.

Se nada nos faltará, e se tivermos, então, plena consciência de que, de facto, com o Ensino deixado por Jesus, o Cristo, e com aquele que o Novo Consolador nos trouxe, encontrados estarão os caminhos que ao CAMINHO nos levarão.

Jesus, o Cristo, afirmou-nos, em 31 de Dezembro de 2009, ter-nos deixado uma mensagem Universal, assim a considerando por valer igual em todo o Universo, acusando-nos, ao mesmo tempo, de, apesar de a Sua Mensagem ser Universal, termos criado Instituições, Hierarquias, Igrejas e Seitas, ou seja, termos divido o que Ele veio e deixou Unido.

No que toca ao Ocidente Terreno, e pela boca do actual Papa da Igreja Católica, Papa Francisco, a sua Igreja enferma por vícios e doenças muito graves, tendo ele mesmo apontado, na cerimónia de apresentação de Boas-Festas de Natal, a si dirigida pela Cúria e ocorrida no Vaticano no ano de 2014, 15 doenças à própria Cúria Romana, e ter dito, meses mais tarde:

- "Existe um grande analfabetismo espiritual na sociedade actual."

Compreende-se facilmente, e o Papa Francisco afirmou-o categoricamente, que, se a Cúria Romana, isto é, a Cúria que é e que constitui o Governo do Estado do Vaticano e da própria Igreja Católica, possui 15 doenças, então, esse analfabetismo espiritual que Francisco identificou na Sociedade actual, a essa Cúria, ou a esse Governo da Igreja Católica, se deve.

Não foi, portanto, por acaso, que o Senhor Jesus, o Cristo, anunciou que o PAI nos enviaria um Novo Consolador, que de tudo nos falaria, até mesmo de tudo aquilo que o próprio Cristo não poderia falar-nos há dois mil anos.
Compreende-se, igualmente melhor, que esse Novo Consolador tenha sido coordenado, junto de Allan Kardec, pelo Espírito que a Allan Kardec se apresentou como sendo o Espírito da Verdade.

Foi Allan Kardec que codificou toda a Doutrina e Ciência Espíritas, mas foi o Espírito da Verdade que todo esse Novo Ensino, esse Novo Consolador, coordenou.

Podemos dizer, então, que o PAI nunca nos abandonou e que, nos grandes momentos da História Humana, a nós enviou grandes Avatares que nos deixaram Revelações sobre Ele mesmo e sobre a Sua Lei. Por isso no vieram Moisés (Primeira Revelação), Jesus, o Cristo (Segunda Revelação) e Allan Kardec (Terceira Revelação).

Hoje, Aqui e Agora, na e com muita Humildade, novamente por vontade de nosso Divino PAI Criador, estamos a unificar, sobretudo, as duas últimas Revelações, reconstruindo o CAMINHO que o Senhor JESUS iniciou e fundou, deixando-o, na última Ceia, ao encargo e coordenação de Seu Apóstolo Pedro e demais Apóstolos.

Cumpre-nos, pois, estudar os Santos Evangelhos do Cristo, como toda a Obra deixada por Allan Kardec, o aludido Novo Consolador, para sermos o que o nosso Bem-Amado e Saudoso Irmão CHICO XAVIER, em 23 de Agosto de 2007, nos disse que éramos:

- "Renasceu das cinzas, milénios apos a última Ceia do Senhor Jesus. Eis que sois a primeira Igreja Espírita..."

Somos, então, o renascimento do Templo que o Senhor Jesus deixou, 'O CAMINHO', e somos, outrossim, o primeiro Templo Espírita, estudando, enquanto Igreja, o que o Espírito da Verdade coordenou junto de Allan Kardec, conhecido pelo nome de o Novo Consolador.

Dois Consolos: o Consolo que o Senhor Jesus foi e nos ofereceu, e o consolo que Kardec codificou e que se encontra à venda em qualquer Livraria, para ser estudado, amado e seguido.

Dois Caminhos, o deixado pelo Senhor Jesus e o deixado por Kardec, sendo que, ao sermos o que somos, seremos a Religião, mas sendo mais, muito mais, pois que somos a Ciência que nos estuda enquanto Espíritos, Centelhas divinas, filhas de DEUS/PAI/MÃE/CRIADOR, criadas à Sua Imagem e Semelhança, e assim é.

Religião, Ciência e Caminhos que a DEUS nos conduzem!

Na Luz,

Eu Sou Álvaro de Jesus
***
 
***
 

terça-feira, março 21, 2017

As melhores práticas do espírito serão as únicas coisas que permanecerão convosco para sempre.
 
EU SOU O QUE EU SOU,
 
18 de Junho de 2005
 
 
EU SOU O QUE EU SOU.  Eu estou em vós.  EU SOU em toda a parte.  EU SOU omnipresente.

EU SOU em cada criatura viva.  EU SOU do que o universo é feito.  EU SOU tudo isso.  

Quando a vossa consciência romper com os parâmetros terrenos, conseguireis assimilar qualquer conhecimento que vos seja ministrado. Assim, enquanto a vossa consciência for limitada, dou-vos apenas o conhecimento que contribui para o vosso crescimento, e que ajuda a superar as vossas limitações.  

A criação deste universo é o produto de uma mente ilimitada. Mas só uma mente estreita poderia criar a parte do universo limitada pelo espaço e pelo tempo.  E tudo é utilizado em correspondência com a sua finalidade.  

O mundo material tem as suas próprias leis.  É impossível aplicar as leis do Mundo Maior ao mundo inferior. No entanto, os mundos inferiores têm de cumprir as leis dos Mundos Superiores.

Vós criais o vosso mundo e sois os únicos que o podeis superar. Primeiro, criais as coisas em consonância com a vossa consciência subdesenvolvida e, de seguida, superais essa mesma ilusão.  

À medida que ides atingindo novos estágios de conhecimento do mundo, atingis de modo cada vez mais perfeito o conhecimento da Verdade, e a condição vibratória do vosso mundo aproximar-se-á, a pouco-e-pouco, da do Mundo Divino.  

O desenvolvimento de cada etapa traz consigo o nascimento de “centelhas” Divinas, a partir da Consciência Cósmica.  Cada uma dessas centelhas, ou mónadas, serve como um embrião de um futuro ser.  Todo o ser passa por várias fases ao longo da sua evolução, penetrando gradualmente na matéria mais densa, e aperfeiçoando-se ao seu contacto.  

Primeiro, experimentastes a consciência mineral não-manifestada fisicamente e, seguidamente, a vossa mónada encarnou em corpos minerais.

O mesmo sucedeu, gradualmente, com os outros reinos da natureza, tendo a vossa mónada encarnado em corpos vegetais e animais inferiores.  

Os corpos inferiores foram mudando, mas as partículas imortais permaneceram e foram aprendendo. Eons passaram antes que recebêsseis os vossos corpos humanos, que tinham pouca semelhança com os actuais.  

Então, finalmente, obtivestes o corpo físico e a mente.  E agora, estais a chegar àquela fase da evolução em que prescindireis do corpo físico, devido à expansão da vossa consciência.  

Já fostes tudo.  Já passastes por todos os estádios de evolução antes de atingirdes o estádio de desenvolvimento humano.  E em todas as fases de evolução, possuístes sempre uma partícula Minha no vosso interior.  

Estou sempre convosco durante toda a duração do Caminho. Sou como um cristal colocado numa solução, da qual retira tudo o que é necessário para o seu crescimento.

Inicialmente, fostes apenas uma centelha Divina, sem corpo nem forma. Biliões e biliões de anos se passaram até atingirdes o estágio da evolução humana.  E passarão ainda biliões e biliões de anos mais antes de atingirdes o estádio de evolução dos seres mais elevados deste universo.

Vós, quantas vezes pensastes, ao longo da vossa vida, sobre estas coisas?  Ela está tão repleta de eventos que não tendes tempo para parar e pensar.  Mas até que decidais reflectir sobre a ordem do universo, não sereis capaz de obter conhecimentos sobre o assunto.  Para receberdes devereis aspirar.  Se não aspirardes interiormente ao conhecimento, ele não vos chegará.

O processo de desenvolvimento da consciência é muito controlado.  Vós sois como filhos que precisam de cuidados.  E recebeis essa assistência dos Seres de Luz invisíveis a quem chamais Anjos, ou Mestres, ou Deuses.  

O interior da vossa consciência sabe que há sempre alguém que cuida do vosso desenvolvimento. 

 Mas, como qualquer criança, gostais de jogar e brincar.  E enquanto o fazeis, nem sequer ouvis o chamamento dos vossos pais para regressarem a casa quando o momento certo chegar.

O apelo do Mundo Divino não é ouvido pelo ouvido físico.  Quando o Sol, na Primavera, começa a inundar a Terra de luz, ele não diz às plantas para crescerem.  Mas, quando o tempo chega, os brotos surgem do chão, as folhas nascem e as flores entram em floração.  

Assim como os raios do Sol atingem o solo, vós recebeis raios invisíveis que despertam a consciência e fazem-na florescer como as plantas na Primavera.  Esse é o chamado do Mundo Divino para o brotar da consciência.  

E, neste momento, sois como embriões dos seres futuros. Assim como uma borboleta não se assemelha a uma crisálida, vós, com as vossas qualidades novas, não sereis os mesmos que agora. 
 
A vossa consciência tem uma capacidade intrínseca de se expandir e absorver novos conhecimentos e ideias.  Mas se não aspirardes a recebê-los e continuardes a ignorar as energias subtis que penetram a Terra, não sereis capazes de vos desenvolver.  

Muitas sementes perecem sem florescer debaixo da superfície da Terra.
  
Mas a vida continua e a energia dessas sementes continua a participar na estruturação do universo.  

A vossa parte imortal não pode ser aniquilada, mas pode perder a sua individualidade e toda a experiência adquirida durante biliões de anos, enquanto habitou corpos minerais, vegetais, animais e, finalmente, humanos.

A vossa consciência e experiência pessoal são os vossos bens mais importantes.  São a única bagagem que permanecerá convosco após a conclusão da evolução humana. São as coisas que levareis para os mundos superiores e que vos ajudarão a existir lá.  Quando a consciência superar os limites do mundo e da forma que, temporariamente, habita, mãos cuidadosas irão transplantá-la para outros organismos que habitam outros mundos.  

É um pouco como um jardineiro cuidadoso que transplanta uma flor para um vaso mais espaçoso que lhe permita continuar a crescer.  

A vossa consciência permite-vos atingir e alcançar novos mundos.  E a porta está sempre aberta para serdes admitidos nos mundos que correspondam ao vosso nível.  

Agora habitais o mundo físico.  E aí permanecereis ainda por muito tempo até serdes capazes de o superar e de aspirarem aos mundos superiores.

No entanto, não devereis sentir-vos deprimidos por este facto.  Deveis aprender a sentir alegria em permanecer em cada um dos mundos.  Mas essa alegria não é a alegria da satisfação dos desejos e paixões. Há uma outra alegria. O Amor Divino, a alegria sem causa. A alegria pelo facto do Sol brilhar e de viverem e respirarem.  A alegria da voz do regato, do sussurro da erva, da passagem das nuvens.  

Vós sois muito maiores do que as formas que habitais agora. E virá o tempo em que também elas mudarão.  Mas aqueles sentimentos de Felicidade e Alegria transitarão convosco, eternamente, para os novos mundos que habitardes.  E o mais importante de todos os sentimentos é o sentimento do Amor que adquire nuances e cambiantes, cada vez mais requintadas, à medida que a consciência se expande.

Há certas qualidades e características que são inerentes a todos os mundos.  E uma delas é a qualidade do Amor, o sentimento do Amor.  

À medida que a vossa consciência for capaz de se elevar e transcender os limites do mundo físico, as coisas invisíveis que se encontram ocultas pelo tempo e pelo espaço ser-vos-ão reveladas com uma força acrescida.  

Paz.  Harmonia.  Beleza.  Há uma série de qualidades que não vos parecem ser agora muito importantes, mas que, nos Mundos Superiores, possuem o mesmo grande valor que o ouro e os diamantes do vosso mundo.

As qualidades e as melhores práticas do Espírito são as únicas coisas que permanecerão convosco para sempre.

Os vossos hábitos e profissões serão esquecidos pois não possuirão qualquer utilidade nos outros mundos. Mas ireis certamente manter as qualidades de valor duradouro em qualquer ponto do universo.

Portanto, quando tiverdes tempo, pensem nas qualidades que vos poderão ser úteis nos Mundos Superiores.  

Desenvolvam-nas interiormente e não permitam que o frenesim e a agitação que reinam no vosso mundo as matem ou estiolem.

EU SOU O QUE EU SOU.
***

sexta-feira, março 17, 2017


E L U C I D A N D O

 
(Prova de que o CAMINHO foi Fundado pelo Senhor JESUS de Nazaré)

 

Na Obra ‘José de Arimateia’, da qual vos envio a Capa, lê-se muito sobre o Templo “O CAMINHO”.

Comecemos pela página 14:

 
“José era uma pessoa real e bem conhecida tanto dentro do movimento de Jesuso Caminho”, quanto no mundo secular do governo e negócios.”

Esta afirmação tanto dentro do movimento de Jesus diz-nos, como temos defendido, que “O CAMINHO” existia no tempo do Senhor JESUS, o que significa que foi Ele mesmo que o fundou.

Perguntar-se-á, então por que razão se afirma, em muitos círculos, que o Senhor Jesus não deixou nenhum Templo, se isso não é verdade?

Como eu já relatei muitas vezes, Ele mesmo, na Rua Tenente Valadim, da cidade de Coimbra, no final dos anos 80, através da minha audiência espiritual, disse-me.

-“Prepara-te, pois vais reconstruir o Templo!”

E, à minha pergunta, como se havia esse Templo chamado respondeu:

- “O Caminho!”

Vejamos agora o Capítulo 2 desta Obra, página 30:

“Com este assunto resolvido por enquanto, pude perceber que deveria compartilhar todas as minhas experiências matinais (com excepção de ter levado a mortalha) com os seguidores do Caminho que estivessem no local quando eu chegasse.”

E a página 32:

“Todas as faces voltadas para mim eram simpáticas, de companheiros seguidores do Caminho, com quem o compartilhar espiritual se tornara um modo de vida; olhavam-me com expectativa, demonstrando sinais de solenidade e pesar nos rostos, embora também houvesse esperança e curiosidade enquanto aguardavam o que eu tinha a dizer.”

E também a página 42:

- “Tenho receio de que muitos dentre os nossos do Caminho ainda estão contaminados com a piedade farisaica que você menciona frequentemente, e estes, se soubessem a respeito da mortalha e das imagens sobre ela, poderiam relatar a sua existência ao Sinédrio – prossegui.”

No Capítulo 6, a página 49:

“Mandei um enviado pedindo para ele se encontrar comigo em casa, em particular, pois compartilhávamos sempre os nossos pensamentos íntimos a respeito do Caminho.”

Na página 53 lê-se:

“Veja, temos um problema muito especial de manter segredo quanto aos nossos irmãos, os seguidores do Caminho. Embora Jesus tenha deixado claro que devemos espalhar o evangelho a todas as nações, por muitas gerações ainda, nós, judeus, poderemos ser a espinha dorsal da sua Igreja. Ele deixou claro que grande parte das “leis”, que nos foram impostas pelos nossos escribas e sacerdotes, é de qualquer forma antiquada (se é que alguma vez teve valor espiritual), mas tal filosofia religiosa não será entendida ou facilmente aceite por muitos judeus seguidores do Caminho.”

Logo a seguir, na página 54:

“Também tenho a certeza de que os discípulos da Galileia, que são os mais prováveis líderes do Caminho, também são os mais conservadores em relação aos tabus mencionados, que provavelmente os guiarão. ´
(...)
- Verdade – respondi –, esse é o motivo de eu querer partir para Betânia imediatamente: para discutir com Lázaro a questão de em quem confiaremos. No momento, ele tem a custódia e guarda do Sudário no seu palácio, ele é o líder reconhecido dos discípulos judeus do Caminho e foi o homem mais próximo do Mestre Jesus em termos pessoais do que em outros.”

Na página 58 lê-se:

 “Eu gostaria muito de contar com ele entre nós, mas receio ter de abrir mão dele. Ele é nativo de Canaã, perto de Nazaré, vilarejo de Jesus, mas passou a maior parte da vida em Chipre e acho que ele não poderá estar na Judeia ou na Galileia por tempo suficiente nos próximos meses para apresentar a nossa opinião aos líderes do Caminho, justamente quando parecer ser a hora certa da revelação pública deste fabuloso Sudário de Jesus com as suas imagens enigmáticas.”

Convém recordar que José de Arimateia está a falar estas coisas, escassos dias após a morte de Jesus, o que pressupõe que já havia, nesse tempo, líderes de o Caminho, tal como ele mesmo afirma.

***
Caros Amigos e Irmãos:

Temos, pois, em nossas mãos, a grande tarefa de Reconstruir o que o Senhor Jesus fundou e deixou aos Seus Apóstolos.

Se lermos a mensagem que Ele ditou em 31 de Dezembro de 2009, não teremos dúvidas sobre as razões que o nosso Divino Pai Celestial tem para desejar que o CAMINHO volte ao horizonte humano, pois o que o Senhor Jesus relata é o bastante para vermos essa necessidade.

Que saibamos, então, merecer a confiança que o nosso Divino Pai Celestial em nós depositou.

No Amor e na Sua Luz,

Eu Sou Álvaro de Jesus
***

 
***

quinta-feira, março 16, 2017


ELUCIDANDO

(Factos Históricos)

 

Caríssimos:

Ao falar da Igreja Católica e de Francisco, não estou a julgar nem a condenar, estou, sim, a denunciar uma e outro.

E dou-vos 3 razões, entre muitas outras, para que me compreendam:

1.ª Razão: JESUS escolheu morrer na Cruz. Ele, na qualidade de CRISTO, di-lo nas Suas Cartas, e o seu Tio-Avô, José de Arimateia, numa Obra por si grafada (ditada), confirma-o. Portanto, o Senhor JESUS não morreu por ninguém, pois cada um continua a pagar o que deve, segundo a Lei de Causa e Efeito, seja à Lei de DEUS seja ao Próximo. Um exemplo: nascer deficiente é e será ser devedor e é vir, assim deficiente, para pagar, segundo uma escolha pessoal. JESUS escolheu essa morte num Exemplo de renúncia e de humildade. Eles, porém, dizem que JESUS morreu por nós, pelos nossos pecados, e que nos salvou. Francisco vem dizer pior, pois afirma que ter-se JESUS deixado crucificar, isso foi, ‘humanamente falando’, um fracasso. Não, não foi nenhum fracasso, pois morrer na cruz foi a escolha do Senhor JESUS, o CRISTO. Logo, não houve fracasso algum. É pena que a Igreja Católica e Francisco não conheçam a verdade da Vida de JESUS.

2.ª Razão: Todas as Mensagens que nos chegam do ALTO falam das nossas múltiplas Reencarnações. O conteúdo de toda a Obra de Allan Kardec, sendo o Novo Consolador, que a Igreja Católica ainda mantém sob excomunhão, Prova e Explica o porquê da Encarnação, dizendo por que somos Obrigados a vir às Encarnações sucessivas. Eles negam-nas e, portanto, não falam delas, ocasionando, assim, que o Povo não saiba por que razão vai tendo encarnações de dor e sofrimento, como se DEUS não existisse, ou como se DEUS estivesse totalmente ausente a tudo o que nos diz respeito enquanto Espíritos Encarnados.

3.ª Razão: O Senhor JESUS deixou-nos como seu Mandamento Novo, o ‘Amai-vos uns aos outros como Eu vos Amo’, mas eles, ao longo da sua existência, promoveram as Cruzadas, indo para o oriente médio impor pela lei da força e da baioneta o que o PAI não impõe a ninguém. Hoje, os ódios estão vivos e estamos a sofrer por isso. Veja-se, ou pense-se no chamado ‘Estado Islâmico’. Depois disso, criaram a inquisição e o tribunal do santo ofício, condenando centenas de milhares de Pessoas Humanas, nomeadamente Médiuns, Sensitivos e Cientistas, às fogueiras, às masmorras, ao cadafalso e à tortura. Não sendo por acaso que os Papas têm pedido PERDÃO à Humanidade. Quem pede perdão como eles têm pedido, é porque ofendeu gravemente, logo, não é de DEUS.

Acresce dizer que o Senhor JESUS veio, viveu e demonstrou-nos que é o AMOR e o Perdão, dizendo-nos que o PAI é AMOR e JUSTIÇA, mas essa Igreja fez o que quis, assumindo-se, publicamente, como Igreja Anti-Cristo.
 
Hoje, Salazar, do Mundo da Verdade, sobre essa Igreja, diz-nos:

- “Durante quatro décadas defendi uma Ortodoxia Religiosa Anquilosada e Retrógrada e persegui aqueles que professavam outras crenças...”

Tudo isto é, neste Fim de Ciclo, o bastante, para que o PAI venha dizer:

- “O velho mundo (dogmático) vai ser destruído.”

E, o CRISTO, nas Suas 9 Cartas anunciou o fim, por morte natural, até ao ano 2030, de todas as Igrejas que seguiram um cristianismo erróneo. Se assim for, a Igreja de Roma será, naturalmente, a primeira a morrer assim, por ter sido a que mais errou e foi contra O Mandamento Novo.

É isto que a História nos relembra, que todos sabem, e que ainda nos causa arrepios.

Eu fui católico durante 29 anos, mas nada aprendi nessa Igreja do que já sei de mim. Hoje, e sem ser por acaso, estou, a mando de DEUS/PAI/MÃE/CRIADOR, a Reconstruir o verdadeiro Templo que o Senhor JESUS fundou e deixou a Pedro e demais Apóstolos, ‘O CAMINHO’.

Amor, Paz e Luz!

Eu Sou Álvaro de Jesus

Sacerdote da Ordem de Melquisedeque e Presidente da Direcção de

O CAMINHO – Novo Templo do Senhor

***

***
 

sábado, março 11, 2017

Prezados Irmãos:

Ascender é o nosso objectivo!

Mas, ganhar esse Direito, pode demorar muitos milénios, muitos Ciclos!

Será mais rápido se as nossas escolhas forem feitas nesse sentido, sabendo que, essas escolhas terão de estar, sempre, aferidas pelas 'medidas-padrão' Divinas.

DEUS deu-nos o livre-arbítrio, e teremos de ser Nós, cada um de Nós, a concluir que esse livre-arbítrio nunca deve sujeitar-se ao nosso EGO, mas sim e somente ao nosso Eu Superior.

- "Nem tudo o que reluz é ouro", diz o Povo, e assim é...

Nem tudo o que lemos, recebido pela psicografia é da LUZ.

- "Orai e Vigiai", recomendou-nos o nosso Divino Mestre.

Então, o que é da LUZ tem de estar sempre na VERDADE dessa LUZ, sabendo que, quem for dessa LUZ, jamais poderá opinar ou divergir dessa VERDADE.

Hoje, OUSAMOS falar disto.

É nesta Coragem que estamos e estaremos... Por sabermos Quem Somos e quem Devemos Ser.

https://www.youtube.com/watch?v=XchY2hK8ET8&feature=em-upload_owner

terça-feira, fevereiro 28, 2017


ELUCIDANDO

 
(“Amai o Pai em Espírito e em Verdade”)

 
Amadas, Amados:

O Senhor JESUS, nosso Divino Mestre e Governador, deixou-nos, a todos, DOIS Mandamentos.

O Primeiro: “AMAI o PAI acima de todas as coisas, em Espírito e em Verdade.”

O Segundo: “AMAI o PRÓXIMO, como vos Amais a vós mesmos. Tal é a Lei.”

Eu já vos relembrei isto muitas vezes, mas, hoje, irei mais longe.

Ontem, pelas 23 horas, comecei, por telefone, um diálogo com alguém, o qual se prolongou até às duas da madrugada, e terminou porque eu disse a essa Entidade que a bateria do meu telefone estava a dar sinal de ter pouca carga.

Terminamos esse diálogo, quando Ele me dizia para eu escrever tudo o que eu vivera e sofrera…

Aliás, não foi esta Entidade a única a pedir-me isto, pois no fim dos anos 80, MIGUEL TORGA, já desencarnado, descendo na nossa Saudosa Irmã Lucília, junto a uma das Cantinas da Universidade de Coimbra, veio pedir-me o mesmo, dizendo-me: “Nunca deixes de escrever.”

MIGUEL TORGA conhecia-me? Sim… de uma Queima das Fitas, onde eu, parando o cortejo, lhe gritei um longo EFERREÁ!

Não falarei do que sofri, pois isso far-me-ia falar de outros Irmãos e, isso, eu não o faço, mas sim, falarei do que vivi, sobretudo do que estudei, aprendi e apreendi.

Voltemos, então, aos DOIS Mandamentos que o Senhor JESUS nos deixou, depois de ter sintetizado e integrado nesses DOIS, os DEZ Mandamentos que Moisés, 1.500 anos antes d’ Ele, recebeu dos Senhores Cósmicos, nossos Irmãos Superiores, na NAVE onde esteve por 40 dias, no cimo do Monte SINAI.

Sim, Moisés não esteve 40 dias, sozinho, no Monte Sinai, nem podia ter estado, pois tinha de se alimentar, dormir e de beber água. Se Moisés não o tivesse feito, teria morrido desidratado. Tão simples e natural, quanto isto.

Voltemos ao Senhor JESUS, para lembrar o que Ele nos disse, quanto ao Primeiro Mandamento:

- “AMAI o PAI acima de todas as coisas, em Espírito e em Verdade.”

Muito bem! O que significa para vós, Amar em Espírito e em Verdade?

Amar em Espírito tem alguma coisa a ver com Amar em Físico?

Será a mesma coisa?

Quererá dizer o mesmo?

NÃO! Nada tem a ver… Pois JESUS, ao dizer-nos isso, estava a dizer-nos que o PAI É IMATERIAL, um de Seus Atributos (Ver questão 13 de ‘O Livro dos Espíritos’, de Allan Kardec).

E o que será Amar em Verdade?

Será Amar estando e vivendo dentro da ILUSÃO?

Será Amar sendo um(a) iludido(a)?

Não! Também não! Será AMAR tendo consciência sobre ‘O QUE É DEUS’! (Ver questão 1 da mesma Obra).

Muito bem!

Então, agora, assumindo o Carácter e a Honestidade à prova de ‘bala’, de um Verdadeiro Filho de DEUS (O GRANDE ESPÍRITO), digam-me:

O que é seguir, numa procissão, na qual segue, também, um Padre sob um Pálio, embrulhado num paramento, com uma determinada coisa nas mãos, que esse Padre e a sua Igreja chamam: ‘Santíssimo Sacramento’?

O que é isso que esse Padre e a sua Igreja chamam: ‘Santíssimo Sacramento’?

Tenham Coragem e assumam, como eu assumo, aqui, e digam-me:

O QUE É ISSO?

Será DEUS? Será AMAR o PAI em ESPÍRITO, como JESUS nos PEDIU para fazer?

O CRIADOR do UNIVERSO será isso?

Haverá alguma coisa física que possa simbolizar, sequer, AQUELE que é ILIMITADO, PERFEITO, OMNIPOTENTE, OMNIPRESENTE e OMNISCIENTE, ou seja, O TODO-PODEROSO?

Haverá?

Que vos diz o vosso EU Íntimo?

Sim! O vosso Eu Superior, que é o PAI Individualizado em vós, como em Todos?

Que vos diz?

Hoje deixo-vos esta pergunta, prometendo voltar com outras… Deixando, desde já, o aviso que falarei do Pão da Última Ceia.

Recordem todo o que o CRISTO já vos fez chegar através deste Seu CAMINHO, deste Seu Novo Projecto Planetário.

Não deixem, outrossim, de ver tudo o que eu digo no Site deste Seu Templo, nomeadamente na ‘Carta à Humanidade’, no Menu “Quem Somos”, Submenu ‘Missão’.

Tudo o que eu vivi em Coimbra lá coloquei, seja por eu não mentir, omitir, nem fazer por menos.

Haja CORAGEM para Ler e Ser.

Eu Sou Álvaro de Jesus
 

***