segunda-feira, outubro 24, 2005

CRIME CONTRA A VIDA!!!

Fala-se de novo em alterar, para se tornar mais liberal (ao jeito de certas vontades), a Lei que descriminaliza a interrupção voluntária de gravidez.

Desta vez, paira no ar a hipótese de tal Lei ser objecto de alteração por votação directa – por motu próprio – dos Deputados da Assembleia da República (AR), por iniciativa destes mesmos Deputados, ou só de alguns.

A todos, seja da AR, seja fora dela, em defesa da Vida que somos e, olhando, a Quem Somos também enquanto Seres Espirituais – mesmo que os ateus e materialistas nada disto entendam –, relembro, vincando as palavras, o seguinte:


Nenhum animal macho irracional tem poder para violar a sua fêmea.

Nenhum animal macho irracional, por força de não ter tal poder, viola sua fêmea.


No reino animal irracional, não existe crime por violação sexual.

Temos, então, lamentavelmente, de sair do reino animal irracional, para encontrar o animal que viola a sua fêmea.

Este animal, não sendo do reino irracional, será, absolutamente, do reino Racional.

Sendo assim, este animal macho racional que viola a sua fêmea tem nome: chama-se HOMEM.

No reino animal irracional, porque destituído da individualidade e de livre-arbítrio, não há violações desta natureza.

No reino hominal, onde existe individualidade e se é titular de livre-arbítrio, tudo se pode violar, maxime a própria Vida… quase, olhando o que se pretende legislar, ao gosto de cada qual!

Comprova-se, assim, o que diz a Verdade que o Homem, por ignorância, ou por a não querer ver, a todos informa:

- O que está sob gerência directa de Deus, através da Mãe Natureza (os irracionais não sabem somar 2 com 2), tudo se encontra com resultados de normalidade e naturalidade.

- A contrário, o que já está sob gerência do livre-arbítrio do Homem (que já sabe somar 2 com 2), pode ser, e muitas vezes é, infelizmente, para sua infelicidade, anormal e anti natural.

- Tudo depende, ao fim e ao cabo, não dos Valores e são muitos, que o deviam aproximar de seu Criador, mas sim de sua vontade, o mesmo será dizer, de seus interesses pouco axiológicos e anti gratificantes, porque ainda do reino alegórico… ou ilusório.

O que é que falta ao Homem para saber respeitar e não violar a sua fêmea (Sua companheira e o seu Amor)?

Falta-lhe: Estudo, Cultura Cívica e Sabedoria Espiritual. Tendo-as, todo o resto lhe viria por acréscimo, naturalmente.

Por último, com base nesse Estudo, nessa Cultura Cívica e nessa Sabedoria Espiritual, porque não procura ele, então, saber de que trata a Teoria da Reencarnação?

Porque nega o seu próprio caminho evolutivo?

Por ela ficaria a saber porque se renasce pobre ou rico, deficiente ou não deficiente, mais inteligente ou menos inteligente, etc.

Ou julgará que tais circunstâncias são filhas de mero acaso ou coincidências que, na Omnipotência de DEUS, nunca poderão existir?

Que sabeis vós, do resultado das diversas aplicações da Lei de Deus?

Não sabeis que, agindo ou regulando como quereis agir e regular, ficais sob sua alçada, inexoravelmente?

Que desejais vós obter, ou receber, após o vosso desencarne?

A vossa igreja… se é que tendes alguma religião séria, não vos fala disto?

Porém, sempre soubestes que Deus tem os Seus Mandamentos, que O Cristo deles nos falou e nos deixou, inclusive, um a que chamamos: Mandamento Novo!

Sabeis do que vos estou a falar?

Não me cumpre julgar, ou, condenar nada nem ninguém.

Não! Face ao exposto, apenas me cumpre submeter e deixar à vossa consciência o dever de ajuizar e concluir, sobre o que se deseja LEGISLAR, valendo, seja para ‘abortos’, seja para ‘eutanásias’!!!

Sim, aqui, neste Tribunal de foro Espiritual, cada um é Juiz e Réu de si mesmo!

Respeitosamente, sou,

Guerreiro da Luz!


2 comentários:

Dad disse...

As leis humanas são diferentes das leis espirituais. No mundo humano condena-se a portadora do filho mas não de quem o fez! Isso não está certo!

Guerreiro da Luz disse...

No mundo humano, por culpa (crime doloso por omissão pura), de alguém que sabemos identificar, mas que não podemos julgar... ainda só se olha, ou ainda só se valoriza, o corpo físico, esquecendo-se que a Entidade Reencarnante... o Espírito (Alma Humana), em função de suas dívidas passadas, pode e dever vir (nascer), como a Lei Divina lhe dita que nasça, aceite ou não isto o homem terreno... vivente com olhos apenas para as coisas deste mundo!