domingo, agosto 28, 2005

"Vemos, ouvimos e lemos, não podemos ignorar!"

Corriam os anos 60 do século XX, quando este verso poético surgiu nas camaratas militares para, bem depressa, ser apreendido e cantado.

Num Programa "Bom Dia Portugal" da RTP1, passaram várias cenas referentes à forma como alguns militares norte americanos, no Iraque, procedem sempre que encontram 'inimigos' feridos em combate. Porque: "(… este ainda respira", fogo em cima dele, matando-o simplesmente!

Comentários? Serão necessários?

A nossa dor, assente na Grande Fraternidade Crística, seja ou não compreendida por quem nos lê, é saber que a Lei de Deus sairá incólume de tudo isto, e, porque sairá incólume de tudo isto, quem prevaricar contra ela, cairá espiritualmente nos abismos trevosos da Vida umbralística, sem saber quando dela poderá sair.

Serão anos e anos terrenos de grande sofrimento, onde, vos garanto, nem de pé conseguirão estar. Rastejarão como répteis que, tendo em visto suas atitudes na Terra, demonstram ser ainda!

Dizem-se crentes em DEUS e, pasme-se, falam em Seu nome para justificar seus crimes de morte. Melhor fora que se apresentassem como servos da força negativa, pois dela dão vivo exemplo!

Tristes homens, continuamente iludidos com seus poderes finitos, arvorados em 'salvadores do Mundo', quando, em verdade, tal Mundo deles não necessita!

Não se preocupa Georges W. Bush em rectificar o Protocolo de Kioto, salvando, assim, o Planeta que lhe serve de morada evolutiva! Não! Isso seria ir contra o CAPITAL... que lhe dá força ilusória!

“Tudo tereis de pagar até ao último Ceitil.” Disse Jesus de Nazaré!

Mas o Homem, teimosamente, continua cego e surdo, não sabendo ler nem interpretar, quanto mais acreditar!

"Vemos, ouvimos e lemos, não podemos ignorar!"

A Liberdade que o Pai, em Sua infinita grandeza e amor, atribui a cada Homem, seu Filho, porque mal recebida e fruída, será e é, infelizmente, o instrumento que o Homem utilizará para se perder e cair, assim, nos abismos das Trevas!

Coitados de todos os que, por ignorância, atavismo, incúria, negligência ou simples gozo, continuarem cegos à Luz Divina. Esquecem-se que, por mortis-causa de seu corpo físico, desencarnarão, mergulhando em planos espirituais de dor, situados abaixo da crosta, onde chorarão lágrimas de sangue!

- "A cada um se dará, conforme for seu merecimento!" Jesus não mentiu, nem mente!

Portanto, tudo depende de cada um, pois somos nós os únicos construtores de nosso próprio Destino.

Felizes os que nisto acreditam e fazem por seguir!

2 comentários:

sounaluz disse...

Não ignoremos sobretudo o ensinamento da caridade e do amor...
Como se pode em nome da PAZ, fazer GUERRA?
Isso sempre me surpreendeu...em nome da PAZ ...fazer-se constantemente a GUERRA...como explicar isto sensatamente? com que argumentos? só se promove a PAZ com AMOR...
como se pode matar em nome de CAUSAS JUSTAS?!...
Nem os irracionais fazem isso...porquê o HOMEM perde tempo tão importante da vida...matando?...Temos ainda muita estrada para caminhar, até chegarmos ao pequeno ponto de iluminação, que nos dará acesso á escalada da LUZ

Guerreiro da Luz disse...

Benditos os que acreditam na Divina Mensagem, porque viverão na Glória!

Guerreiro da Luz!